Anais do VI CBA – Resumo 17

  • Título: Análise da interação funcional do campo magnético contínuo pós-injeção de drogas ansiolíticas e ansiogênicas, ativadoras e depressoras do comportamento motor, uma abordagem experimental em roedores
  • Autores: João Eduardo de Araujo, Raquel Cardoso Brito, Takae Tamy Kitabatake, Francielly Naiade Pereira
  • DOI:10.7436/2016.6cba-13cpa.17
  • Resumo: .<Contextualização: Estudos anteriores demonstraram que os campos magnéticos estáticos (CMs) interagem com os sistemas orgânicos e estão associados à modulação comportamental. Objetivo: Avaliar a interação funcional dos CMs, polo norte e polo sul, com a resposta comportamental induzida pela droga ansiogênica Pentilenotetrazol (PTZ) e ansiolítica Alprazolam (ALP), no desempenho motor de ratos no Labirinto em Cruz Elevado (LCE). Metodologia: Foram utilizados 110 ratos Wistar machos, pesando entre 220–280g, divididos em 11 grupos experimentais: Grupo Controle (GC), Controle + Salina (CS), Injetado PTZ (PTZ), Polo Norte (PN), Polo Sul (PS), Polo Norte + PTZ (PNPTZ), Polo Sul + PTZ (PSPTZ), Polo Norte + ALP (PNALP), Polo Sul + ALP (PSALP), Sham Magnético + Salina (SHS), Sham Magnético + PTZ (SHPTZ). Quatro dias após a implantação de um imã (3200 G), fixado diretamente no crânio, os ratos tiveram seu comportamento analisado no LCE (5 min). Os dados foram analisados através de uma (ANOVA) seguida do pós-teste de Holm-Sidak. Resultados: Os resultados da análise das medidas convencionais do LCE mostraram que em relação ao número de entradas nos braços abertos os grupos PTZ, PN, SHPTZ e SHS apresentaram uma diminuição em relação ao GC, e os grupos PTZ, SHS e PN diminuíram sobre CS. O padrão para comportamental para o ALP é o oposto. Conclusão: O PN atua de maneira ansiogênica e ambos os polos potencializam a resposta das drogas (F10, 105=3,79, p<0,05).
  • Palavras-chave: campo magnético contínuo, comportamento motor.