Anais do VI CBA – Resumo 5

  • Título: Revisão bibliográfica sobre as contribuições da medicina tradicional chinesa em acupuntura no sistema único de saúde
  • Autores: Marcelo de Carvalho Pozza, Karen Alves Pinto Barão, João Alfredo Barão, Emerson Borba
  • DOI:10.7436/2016.6cba-13cpa.05
  • Resumo: Contextualização: A área da saúde, no que se refere ao Plano Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPICs), vem gradualmente atingindo, nos
    últimos anos, uma crescente marca em atendimentos no Brasil, de acordo com a Portaria nº 971/06 do Ministério da Saúde, difundiu e expandiu a medicina complementar, garantindo a realização da acupuntura no SUS a diversos profissionais. Objetivo: verificar as publicações referente a forma de acesso dos pacientes, os locais e profissionais envolvidos nos atendimentos em terapias complementares com ênfase em acupuntura no Sistema Único de Saúde (SUS). Metodologia: Trata-se de uma revisão bibliográfica realizada nos bancos de dados do BVS, com os seguintes descritores, Sistema Único de Saúde, Terapias Complementares, Atenção Básica de Saúde, onde seguiram os seguintes critérios de inclusão – leitura do resumo, publicação livre completa nos últimos 5 (cinco) anos e que contemplavam aplicação da acupuntura em medicina tradicional chinesa (MTC), publicações nas línguas inglesa, espanhol e portuguesa. Resultados: foram selecionados 4 (quatro) artigos que seguiram os critérios de inclusão e foram discutidos nesta revisão. Conclusão: A revisão demonstrou o crescimento da procura pelas práticas integrativas e complementares no SUS, apontando como porta principal o NASF (núcleo de apoio à saúde da família), mas que contempla o crescimento das práticas em todos os níveis de atenção em saúde e ainda precisa aumentar o número de praticantes em acupuntura, neste que é sem dúvida o meio principal para difundir a prática.
  • Palavras-chave: sistema único de saúde, terapias complementares, atenção básica em saúde.